Topo
Cara ou Coroa

Cara ou Coroa

Vai aos EUA? Entenda as moedas de dólar e saiba por que elas não têm número

Felipe Branco Cruz

10/04/2018 07h26

Eita! Cadê os números nas moedas de centavos de dólar?


Depois de aprender a falar "the book is on the table", uma outra lição básica dos cursinhos de inglês é aprender a identificar o valor das moedas de dólar. Deveria ser fácil. Só que não é bem assim.

Nos Estados Unidos, os valores das moedas estão escritos apenas por extenso, nenhuma delas tem a indicação em algarismos, como acontece no real. E, para deixar ainda mais difícil, em algumas, o que se lê é um "apelido", como em "one dime", que vale dez centavos (explico melhor sobre o nome de cada uma delas lá embaixo).

A palavra "cent", por exemplo, só aparece escrita em duas moedas: de 1 (one) e 5 (five) "cents". Mas, nas ruas, elas são popularmente chamadas por outros nomes: "penny" e "nickel".


Leia também:


Já as moedas de 25 e 50 são conhecidas como "quarto de dólar" e "meio dólar" e é desse jeito que seus valores estão escritos: "quarter dollar" e "half dollar".

Como as moedas têm o mesmo formato e tamanho há centenas de anos, para os americanos, é fácil identificá-las. Mas os turistas, não só brasileiros, quebram a cabeça para contá-las.

Eu sei o que você está pensando. Todo o problema seria facilmente resolvido se eles simplesmente colocassem os números nas moedas. Mas, para que facilitar, se podemos dificultar?

No real, no euro ou na maioria das moedas do resto do mundo, os valores estão escritos em algarismos: 1 centavo, 5 centavos, 10 centavos etc.

Como no exemplo de euro abaixo:

Beeeem mais fácil, não é?


Mas, por que isso?

Nem a United States Mint (a casa da moeda americana) sabe responder. De acordo com uma reportagem do site "How The Stuff Works" (Como As Coisas Funcionam), a única vez em que alguma autoridade deu alguma declaração oficial sobre o assunto foi por meio da embaixada americana no Japão. Na ocasião, os diplomatas divulgaram um documento para explicar aos japoneses as diferenças das moedas americanas (mas este documento já não está mais disponível no site da embaixada).

No documento, a embaixada dos EUA dizia: "Nós não temos nenhuma informação disponível sobre o porquê de os Estados Unidos mostrarem o valor por extenso das moedas em vez de números. Eventualmente, a United States Mint usa uma descrição numérica em algumas de nossas moedas. Entretanto, esta é uma exceção, e não a regra".

Outra hipótese: tradição

Antes da independência dos Estados Unidos, uma das moedas que circulavam no país era a libra esterlina, a mesma da metrópole britânica. O design, portanto, pode ter seguido o padrão da libra, que não exibe em suas moedas os valores em algarismos (com exceção das que foram fabricadas entre 1971 e 2008).

Embora não exista nenhuma lei nos Estados Unidos que obrigue ou proíba a inserção dos valores em algarismos, há uma lei federal especificando as frases que obrigatoriamente devem aparecer em todas as moedas.

São elas: "In God We Trust" (Em Deus Nós Acreditamos), "Liberty" (Liberdade), "United States of America" (Estados Unidos da América) e "E Pluribus Unum" (o lema nacional do país, que em latim significa: "De Muitos, Um"), além da data de cunhagem.

A lei também define detalhes específicos, como tamanho, peso, espessura e a composição dos metais.

Com tantas exigências legais para serem exibidas nas moedas americanas, sobra pouco espaço extra, mesmo para um número pequeno.


Ainda segundo a reportagem do "How The Stuff Works", as moedas têm esse formato e tamanho porque na época em que foram criadas, a quantidade e o tipo de metal utilizado para fabricá-las valia exatamente o seu valor de face.

As moedas de 10 e 25 centavos tinham prata, as de cinco centavos tinham níquel (daí o seu apelido, que explico melhor lá embaixo), e a de 1 centavo, cobre. O material usado nelas foi alterado ao longo dos anos, conforme o valor dos metais ficavam mais caros.

Deixo uma dica para quem for viajar pela primeira vez aos Estados Unidos. As moedas de 50 centavos e 1 dólar não circulam muito. Dificilmente um turista vai receber alguma delas de troco. As mais comuns são as de 1, 5, 10 e 25 centavos. Ou seja, você só vai precisar decorar os modelos dessas quatro moedas. 🙂

Conheça cada uma delas


One cent – um centavo

Anverso e reverso da moeda de 1 centavo


A moeda de um centavo é a mais fácil de identificar porque é a única de cor cobre. Entre 1793 e 1837, ela era feita com 100% de cobre. Com o passar dos anos, os metais foram sendo substituídos. Até 1982, a proporção era de 95% de cobre para 5% de zinco, quando mudou para 97,5% de zinco e apenas 2,5% de cobre.

Ela é identificada ainda com a inscrição "one cent" (um centavo), só que TODOS os americanos a chamam de "penny". A palavra é uma derivação de "pening" que, nas línguas nórdicas, é usada para nomear seus centavos, como na Alemanha (pfennig), Suécia (penning) e Islândia (peningur).

O site americano pennies.org, só sobre as moedas de 1 centavo, tem várias curiosidades sobre ela. Como o assombroso número de 300 BILHÕES de moedas de 1 centavo já fabricadas desde que ela foi cunhada pela primeira vez, em 1793. Para fabricá-la, o governo americano gasta, desde 2014, cerca de 1,7 centavo, de acordo com um relatório divulgado pela United States Mint.

A maioria das moedas de um centavo têm a imagem de Abraham Lincoln de um lado e o Lincoln Memorial do outro. Uma nova versão delas, lançada em 2010, substituiu o memorial pelo brasão da união (imagem acima).

 


Five cents – cinco centavos

Anverso e reverso da moeda de 5 centavos


Originalmente, a moeda de cinco centavos era chamada de "half dime" (algo como "meio dízimo") e era feita de prata. Durante a Guerra Civil Americana (1861-1865), a prata e outros metais mais nobres começaram a ficar escassos e a moeda saiu de circulação.

Com o fim da guerra, a moeda atual foi introduzida, desta vez, feita de níquel. O metal foi escolhido principalmente por causa do lobby do magnata e dono de minas de níquel Joseph Wharton. Se a moeda de cinco centavos carrega até o hoje esse apelido, a culpa é de Wharton, que convenceu o governo a usar o seu metal.

Atualmente, as moedas de cinco centavos têm a imagem de Thomas Jefferson no anverso (nos novos modelos, ele aparece no canto esquerdo, como na imagem acima). No reverso, está o Monticello, a casa onde ele morou.

 


One dime – dez centavos

Anverso e reverso da moeda de 10 centavos


A moeda de dez centavos de dólar causa bastante confusão para quem não a conhece. Tudo por causa de seu nome e tamanho (ela é a moeda com o menor peso e diâmetro).

Seria razoável supor que a moeda que tem escrito "one" (um) e seja a menor de todas, valha muito pouco. Para dificultar,  a palavra "dime" não tem nada a ver com "ten" (dez) em inglês.

Só fica mais fácil entender quando a gente descobre que "dime" significa "dízimo" ou "a décima parte" em latim, portanto: 10/100 avos ou dez centavos. Ficaria mais fácil ainda se eles escrevessem apenas o autoexplicativo "Ten Cents".

Mais uma vez, a provável explicação para essa complicação toda é a tradição. Quando a moeda foi cunhada pela primeira vez, ela era feita de prata e o seu peso equivalia exatamente a um décimo de 1 dólar, daí "one dime".

A moeda tem de um lado o perfil do presidente Franklin D. Roosevelt e, do outro, uma tocha ladeada por ramos de oliveira e carvalho.

 


Quarter dollar – 25 centavos

Anverso e reverso da moeda de 25 centavos


A moeda de 25 centavos de dólar é a mais famosa de todas. E também a mais utilizada. Não há mistério em seu nome. Um quarto de dólar significa 25 centavos. Obviamente que seria muito mais fácil para nós entendermos se estivesse escrito 25 cents. Mas, como deu para perceber, nada é muito simples nas moedas americanas.

A moeda traz de um lado a imagem em perfil do presidente George Washington e, do outro, uma águia (símbolo dos Estados Unidos) com as asas abertas, repousada sobre dois ramos de oliveiras.

Mas, o mais interessante dessas moedas, principalmente para colecionadores, é que a United States Mint lança anualmente versões comemorativas temáticas dos 50 estados, batizada de "50 State Quarters Program", que circulam normalmente e valem a mesma coisa que as tradicionais.

Veja alguns exemplos abaixo:

Moedas de 25 centavos lançadas em 2011 em homenagem aos parques estaduais dos EUA


Em breve, pretendo escrever aqui no blog um post só sobre elas. Enquanto isso não acontece, só para vocês entenderem, a cada ano, a casa da moeda homenageia alguns estados, representando no reverso os pontos turísticos do país, os animais ou os elementos típicos da cultura local. No exemplo acima, de 2011, a homenagem é para os parques nacionais.

É mais ou menos parecido com o que o Brasil fez durante a Olimpíada, lançando moedas de R$ 1 com o reverso em homenagem a algum esporte olímpico. A diferença é que essas homenagens nos EUA são praxe, ou seja, todo ano há várias moedas diferentes em circulação.

É muito comum encontrar álbuns à venda nas lojinhas de souvenir reunindo todas as moedas de 25 centavos já lançadas. E elas são lindas.

 


Half dollar – 50 centavos

Anverso e reverso da moeda de 50 centavos


A moeda de cinquenta centavos é chamada nos Estados Unidos de "half dollar" ou meio dólar. Atualmente, ela homenageia o presidente John F. Kennedy no anverso. No reverso, ela tem o brasão presidencial.

Assim como as outras moedas americanas, a de 50 centavos também já teve vários designs, mas consolidou-se com a efígie de Kennedy desde 1964, um ano após o assassinato do político.

Alguns modelos antigos das moedas de 50 centavos


A decisão de colocar o rosto do presidente nas moedas foi tomada dias depois de seu assassinato, e foi a viúva dele, Jacqueline Kennedy, quem sugeriu a moeda de 50 centavos. Ela achou que seria melhor substituir a imagem de Benjamin Frankilin em vez da de George Washington, já que se cogitava fazer a homenagem na moeda de 25 centavos.

 


One dollar – um dólar

Anverso e reverso da moeda de US$ 1


A única exceção à regra de não colocar números nas moedas é a de US$ 1. Os novos modelos, agora estão saindo com a inscrição $ 1 bem pequenininha. Já foram lançados, no entanto, vários modelos de moedas de um dólar e maioria deles não tinha o valor em algarismos, como é o caso da que está na foto acima.

Atualmente, a moeda em circulação é em homenagem aos povos indígenas. A série foi batizada de "dólar Sacagawea" porque a primeira delas saiu com a imagem da índia Sacagawea (foto acima) carregando o seu filho. Em um esforço para popularizar as moedas de US$ 1, assim como ocorreu com as de US$ 0,25, o governo lançou outras versões. Uma delas, inclusive, faz referência ao Code Talkers, o código secreto usado nas guerras mundiais inspirado no código dos índios.

Veja abaixo:

Moedas de US$1 em homenagem aos nativos americanos


Porém, um dos modelos mais lembrados de um dólar até hoje, foi aquele feito em homenageou a sufragista Susan B. Anthony. Ela, que lutou pelo voto e outros direitos femininos, tornou-se a primeira mulher a aparecer nas moedas de dólar, entre 1979 e 1981 e, depois, em 1999.

Moeda de um dólar com a sufragista Susan B. Anthony


Entre 1971 e 1978, circulou a edição especial do dólar do Eisenhower, que tinha tamanho e peso maior do que a tradicional moeda de US$ 1. Por causa disso, ela era mais difícil de carregar e seu uso não foi popular, além de poucas máquinas de vendas automáticas a aceitarem (veja o comparativo lá em cima).

A moeda tinha a imagem do presidente Eisenhower no anverso e, no reverso, a insígnia da missão Apollo 11. Porém, entre os anos 1975 e 1976, o reverso ganhou um novo desenho (veja abaixo) com a ilustração do Liberty Bell e a lua ao fundo.

Dólar do Eisenhower e o Liberty Bell


A mais nova versão das moedas de US$ 1, que começou a circular em 2006, homenageia os 45 presidentes americanos. Ela está em circulação em paralelo com o "dólar Sacagawea" e foi lançada também com o objetivo despertar o interesse dos americanos nas moedas.

A regra desta série proíbe a produção de moedas com a efígie de algum presidente vivo ou que tenha morrido há menos de dois anos.

Na moeda de George Washington, as frases obrigatórias: "In God We Trust", "E Pluribus Unum" e a data de cunhagem, apareceram na borda da moeda. Nas outras moedas, a frase sobre Deus aparece no anverso.

Veja alguns modelos das moedas de US$ 1 em homenagem aos presidentes:


Siga o blog nas redes sociais e não perca nenhuma atualização:

Sobre o Autor

Felipe Branco Cruz coleciona moedas e curiosidades. É jornalista com mais de 10 anos de experiência, com passagem pelos principais veículos de comunicação do país. Atualmente é repórter de entretenimento do UOL, onde escreve sobre cultura pop, música, cinema e comportamento.

Sobre o Blog

Cara ou Coroa é o blog de numismática do UOL. Por aqui você encontra reportagens e curiosidades sobre as cédulas e moedas do Brasil e do mundo.