Topo
Cara ou Coroa

Cara ou Coroa

Numismatas ‘criam’ moeda de R$ 2 para comemorar 200 anos da Independência

Felipe Branco Cruz

22/11/2018 06h45

Conceito da moeda de R$ 2 em homenagem ao bicentenário da Independência feita por E.Pippi e A. Massa


Uma das efemérides mais importantes do país vai acontecer em 2022, quando celebraremos os 200 anos da Independência do Brasil. De olho na data, os numismatas paranaenses Emerson Pippi (concepção) e Adriano Massa (arte) imaginaram como seria uma moeda comemorativa (veja acima). E foram além. Encaminharam a sugestão ao Conselho Monetário Nacional na expectativa de verem sua criação ganhando as ruas.

Conversei com o Emerson por telefone, e ele me contou os detalhes do projeto. Sua ideia é a de que sejam lançadas moedas de R$ 2, nos moldes do euro, e que elas circulem normalmente no comércio. Atualmente, não há moedas de R$ 2 em circulação no Brasil.


Leia também:


"O projeto traria em seu núcleo, anverso e reverso, a reprodução da Peça da Coroação, que foi a primeira moeda do Brasil independente (veja abaixo). Os 6.400 réis de ouro foram lançados para serem apresentados na cerimônia de coroação de D. Pedro 1º como Imperador do Brasil, em 1º de dezembro de 1822. Atualmente, ela é a moeda brasileira com maior valor comercial, existindo apenas 16 unidades conhecidas", contou. Em um leilão nos Estados Unidos, um exemplar chegou a ser vendido por US$ 500 mil.

Peça da Coroação de 6.400 réis com a efígie de D. Pedro 1º


De acordo com Pippi, a moeda comemorativa do bicentenário teria um anel prateado com 19 estrelas, representando o número de províncias brasileiras na época da declaração da independência e o centro dourado com a representação da peça da coroação.

A moeda antiga tinha a efígie do imperador D.Pedro 1º com torso nu e coroa de louros. Essa representação, no entanto, teria desagradado D. Pedro, que ordenou a descontinuidade — daí a raridade da peça.

O numismata lamentou que o Brasil não emita com mais frequência moedas comemorativas. "Apenas em 2018 tivemos dois eventos que mereceriam ser homenageados em nossas moedas: os 30 anos da promulgação da Constituição de 1988 e do primeiro título de Ayrton Senna. O lançamento de moedas como essas, com certeza, estimularia o colecionismo".

O governo já homenageou a Independência em moedas em duas ocasiões: em 1922, no centenário e, também em 1972, no sesquicentenário (150 anos). Esperamos, portanto, que a data não passe despercebida pela Casa da Moeda em 2022.

Veja abaixo as moedas em homenagem à Independência

Moeda de 500 réis em homenagem ao centenário da Independência. De um lado, a efígie de D. Pedro 1º e do presidente à época, Epitácio Pessoa. Do outro lado, a coroa e o barrete frígio (representando a República)


Mais uma homenagem de 1922, agora de 2 mil réis, com os brasões do Império e da República


Moeda de 1 cruzeiro do sesquicentenário de 1972, com a efígie de D. Pedro 1º e do presidente à época, o general Emílio Garrastazu Médici. Foram lançadas também as versões de 20 e de 300 cruzeiros com o mesmo desenho.


Siga o blog nas redes sociais e não perca nenhuma atualização:

Sobre o Autor

Felipe Branco Cruz coleciona moedas e curiosidades. É jornalista com mais de 10 anos de experiência, com passagem pelos principais veículos de comunicação do país. Atualmente é repórter de entretenimento do UOL, onde escreve sobre cultura pop, música, cinema e comportamento.

Sobre o Blog

Cara ou Coroa é o blog de numismática do UOL. Por aqui você encontra reportagens e curiosidades sobre as cédulas e moedas do Brasil e do mundo.